#BeDetermined: quando a exportação eleva o patamar de uma empresa em todos os sentidos

Muito mais do que uma alternativa quando o mercado interno não estiver num bom momento, a exportação pode representar a elevação do nível técnico, gerencial, qualitativo e lucrativo de uma companhia. Quando uma empresa começa a exportar, sua produção aumenta numérica e qualitativamente e foi isso que aconteceu, por exemplo, com a Portobello, maior fabricante de cerâmica da América Latina.

Desde que surgiu, na virada dos anos 70 para 80, a empresa traçou uma estratégia de avançar tanto no mercado interno como externo. Hoje está presente em 70 países dos cinco continentes, tem uma receita bruta superior a R$ 1 bilhão e uma produção próxima de 30 milhões de metros quadrados. Fruto também de muita determinação, um dos atributos destacados pela campanha Be Brasil, que promove o Brasil como um parceiro estratégico e inovador no mundo dos negócios.

Para Luiz Felipe Lenzi, superintendente de exportação da Portobello, grande parte desse sucesso está na decisão da Portebello buscar clientes no exterior. Nessa entrevista concedida ao canal da Apex-Brasil no YouTube, o executivo explica como que uma empresa é levada a atingir altos patamares de eficiência apenas ajustando sua produção a uma realidade exportadora. Confira!

Conheça a campanha Be Brasil: www.bebrasil.com.br/pt


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo