SENAR-RO firma parceria com o CIEE e Rondônia terá a primeira turma de Aprendizagem Rural


As empresas rurais de Vilhena (RO) obrigadas, por lei, a contratarem Jovem Aprendiz já podem procurar o Sindicato dos Produtores Rurais de Vilhena (contato no fim da matéria) para adesão ao Programa de Aprendizagem Rural. O termo de cooperação técnica entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Rondônia (SENAR-RO) e o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) foi celebrado no dia 04 de agosto e o CIEE já está preparado para receber os primeiros jovens. As turmas da primeira etapa do programa iniciarão todas às segundas-feiras, de acordo com a demanda.

A orientação do setor jurídico do SENAR-RO é de que o empreendedor rural não aguarde ser autuado, mas que de forma espontânea cumpra seu papel social aderindo ao que propõe a Lei da Aprendizagem (Lei 10.097/2000). “Com a oferta desse curso, acreditamos que os órgãos fiscalizadores irão potencializar suas atuações. Então, que os empregadores rurais que se encaixam na obrigação legal; aqueles também que não se amoldam, mas que de forma voluntária podem se valer da contratação do aprendiz; que procurem o SENAR. Estamos abertos para dar toda orientação sobre os trâmites contratuais, orientar na parte jurídica e pedagógica”, ressalta o assessor jurídico do SENAR, Efson Rodrigues.

Para o superintende do SENAR-RO, o Programa de Aprendizagem Rural representa uma oportunidade de formar profissionais capacitados para assumirem postos nas empresas rurais. “Ao aderir ao programa, as propriedades contribuem para minimizar a deficiência de mão de obra à campo, que é hoje um gargalo do setor agropecuário, enquanto desempenham seu papel social de contribuíram para o desenvolvimento da região em que estão inseridas”, declara o superintende do SENAR-RO, Elmerson Lira. “O programa vem para ser uma oportunidade de formar profissionais dentro das exigências e expectativas do mercado de trabalho moderno. O campo está se atualizando e os profissionais precisam seguir nesse ritmo para acompanhar e contribuírem para o desenvolvimento pujante do agro de Rondônia”, conclui Lira.

Parceria inédita Esta é a primeira vez que uma administração regional do SENAR faz parceria com o CIEE. “A partir desse termo de cooperação, vamos atender uma demanda reprimida de 10 anos”, diz Michel Moreira Ihida, consultor de atendimento do CIEE. O papel do CIEE no termo de cooperação é capacitar os jovens. Há dois anos e meio o Centro de Integração Empresa-Escola elaborou os cursos com ênfase na aprendizagem rural. Neste ínterim, atua com cooperativas e entidades públicas e privadas e agora a instituição pretende fazer da experiência com o SENAR-RO um espelho para parcerias com outras regionais.

O CIEE, que traz uma bagagem de 56 anos de atuação no mercado urbano, está otimista com a possibilidade de expansão no universo agro. “O campo está trazendo novas energias, superando expectativas. Mesmo com a pandemia, muitos produtores estão indo na contramão da economia geral e o agro tem respondido também nessa parte de aprendizagem. Muitas empresas rurais têm contratado além da cota mínima de 5% porque entenderam que o programa de aprendizagem na área fim veio em forma de renovação da mão de obra”, reforça Ihida.

O Programa O Programa tem por objetivo incluir, capacitar e promover o desenvolvimento profissional de jovens, oportunizando a formação profissional rural, capacitando-os para o ingresso no mercado de trabalho, conforme prepõe a Lei 10.097/2000 (Aprendiz Legal).

Podem participar do Programa de Aprendizagem do Senar Rondônia, jovens com idade entre 18 anos completos e 24 anos incompletos, que tenham concluído ou estejam cursando o ensino fundamental ou médio. Jovens de baixa renda e de famílias de trabalhadores ou produtores rurais têm prioridade. O programa garante assinatura da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) do aprendiz e um Contrato de Aprendizagem de 1840 horas, sendo 552h destinadas à parte teórica e 1288h destinadas à prática.

Além dos conhecimentos teóricos e práticos proporcionados pelos cursos e pela prática in loco, os jovens são estimulados a desenvolver autoestima, criatividade, cidadania, responsabilidade e ética. “O Senar vem sempre reafirmando sua missão institucional de promover a educação profissional no campo e essa parceria com o CIEE, que tem a expertise na inserção de jovens no mercado, vem a somar com a do SENAR. Com esse novo desafio vamos contribuir com a empregabilidade de jovens no meio rural”, diz Francisca Paiva, pedagoga do SENAR-RO.

Com base nessa primeira experiência em Vilhena, o SENAR e o CIEE pretendem, posteriormente, estender o programa para outras regiões onde o CIEE conta com Polos de Capacitação, sendo Porto Velho, Pimenta Bueno e São Miguel do Guaporé. Conforme o surgimento de demandas, o Centro de Integração anunciou a possibilidade de expansão dos polos para outros municípios do estado.

Sindicato dos Produtores Rurais de Vilhena

End.: Av. Rondônia, nº 4139 – Setor Industrial

Telefone: 69 3322-5754

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo