top of page

Cuidados da Vila


Por: Michelly Gomes

A comunidade de Nova Mutum Paraná enfrenta alguns problemas relacionados aos matos, que tomaram conta de algumas áreas públicas, e ao lixo deixado pelos moradores nas ruas e quintais.

Para a moradora Wanderléia Nascimento Silva, os matos crescem muito rápido nesta época do ano e os responsáveis pelo roçado precisam tomar algumas providências em relação ao assunto.

As consequências são vividas no dia a dia, como por exemplo, no trânsito. Os matos, por estarem muito grandes, atrapalham a visibilidade dos motoristas nas esquinas das ruas. Outra consequência é a aparição de cobras e outros animais silvestres na área urbana.

A administradora de Nova Mutum Paraná, Rosilene Prestes, destaca que a falta de manutenção dos matos acontece por falta de funcionários e os poucos que tem não dão conta de roçá-los, porque o crescimento é incontrolável e não é permitido o uso de veneno.

Em relação ao lixo, a coleta está em dia. Mas, ainda há lixos nas calçadas e quintais. Para solucionar este problema, a moradora Wanderléia sugere a instalação de mais lixeiras ecológicas na Vila, “Se em cada rua, ou bairro, tivessem as lixeiras certas para cada tipo de lixo, diminuiria esses problemas”.

A administradora, Rosilene Prestes, mencionou que o novo prefeito de Porto Velho acaba de assumir o seu mandato e como há muitos problemas para serem resolvidos, é preciso calma. Como solução alternativa, ela sugere que os moradores se unam para fazer um mutirão de limpeza dos matos, assim como a comunidade se uniu para a realização dos mutirões de limpeza da campanha “Eu Cuido do que É Nosso”, onde foram coletados os lixos e entulhos deixados nas áreas públicas e quintais.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page