Livro de Larry Keeley ajuda a identificar e classificar empresas inovadoras


O livro de Larry Keeley é fruto de mais de trinta anos de pesquisa e realizado após a análise de 2 mil exemplos de inovações bem-sucedidas.

Quem nos traz a sugestão é o analista de negócios internacionais Denys Freitas. Um dos inúmeros trabalhos de Denys é promover o encontro entre investidores e as Startups, empresas que buscam explorar atividades inovadoras.

A missão não é fácil. As empresas devem ter um mínimo de maturidade e oferecer um produto já desenvolvido. Fazer a classificação dessas empresas requer uma metodologia de ordenação que pode ser decisiva para o fechamento de algum negócio. É aí que entra o livro de Larry Keeley.

A publicação é fruto de mais de trinta anos de pesquisa e realizado após a análise de 2 mil exemplos de inovações bem-sucedidas. Depois de tanto trabalho, o autor concluiu que qualquer proposta eficiente nesse campo é fruto da combinação de dez tipos de inovação, todas elas listadas e detalhadas no texto, rico em dados e gráficos.

“Alguns dos itens dessa lista ocorrem dentro dos processos de produção ou gestão da empresa, outras no modelo de negócio, na performance do produto final e na forma como a empresa se relaciona com o cliente”, explica Denys, que afirma que uma empresa para ser considerada inovadora precisa apresentar, pelo menos, quatro itens listados no livro.

“Nós da área de investimento temos um método de classificação dessas inovações, mas o livro nos ajudou a fazer uma seleção ainda mais apurada das empresas”, diz o analista, que recomenda a publicação para quem tiver interesse no assunto.

“O trabalho de Keeley é para quem tem curiosidade sobre como se dão as inovações em uma empresa, mas principalmente para mostrar a empreendedoras e empresários como encontrar um caminho possível para ajustar seu empreendimento e torná-lo verdadeiramente inovador”, diz.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo