top of page

Representantes da COOPPROJIRAU visitam a CATANORTE em Porto Velho

Atualizado: 10 de out. de 2020


Os representantes da COOPPROJIRAU Sandra Vicentini - Presidente, Cássio A C Braga - Gerente Geral e Dheimy Micke - Coordenador de Projetos, visitaram no dia 16 de julho de 2020 a CATANORTE em Porto Velho para realização da inter cooperação, onde realizaram troca de informações e aprendizados no modelo de negócio de "reciclagem de lixo seco" sendo eles: Plástico, Papelão, Vidro e Metal.


Sobre o Lixo:


O Brasil, segundo dados do Banco Mundial, é o 4° maior produtor de lixo plástico no mundo, com 11,3 milhões de toneladas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia. Desse total, mais de 10,3 milhões de toneladas foram coletadas (91%), mas apenas 145 mil toneladas (1,28%) são efetivamente recicladas, ou seja, reprocessadas na cadeia de produção como produto secundário. Esse é um dos menores índices da pesquisa e bem abaixo da média global de reciclagem plástica, que é de 9%.


Mesmo parcialmente passando por usinas de reciclagem, há perdas na separação de tipos de plásticos (por motivos como estarem contaminados, serem multicamadas ou de baixo valor). No final, o destino de 7,7 milhões de toneladas de plástico são os aterros sanitários. E outros 2,4 milhões de toneladas de plástico são descartados de forma irregular, sem qualquer tipo de tratamento, em lixões a céu aberto.


O levantamento realizado pelo WWF com base nos dados do Banco do Mundial analisou a relação com o plástico em mais de 200 países, e apontou que o Brasil produz, em média, aproximadamente 1 quilo de lixo plástico por habitante a cada semana.


Fonte: WWF / Banco Mundial (What a Waste 2.0: A Global Snapshot of Solid Waste Management to 2050)

Valor total de lixo plástico descartado em resíduos sólidos urbanos, resíduos industriais, resíduos de construção, lixo eletrônico e resíduos agrícolas, na fabricação de produtos durante um ano.



82 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page